O processo de produção dos couros da Nordweg

Cada dia mais, nossos criteriosos clientes, que valorizam a qualidade e a história por trás dos produtos que utilizam, nos perguntam sobre a origem e processo de beneficiamento dos couros utilizados pela Nordweg.

Fico muito feliz em ver clientes com este nível de expectativa, trocando o que é apenas bonito e barato, por algo que é bem feito e faz sentido num contexto maior. Vou fazer o meu melhor pra explicar como funciona o processo, assim como o que estamos fazendo para melhorar a indústria como um todo, ou seja, aquelas coisas que vão além da própria Nordweg.

Estamos constantemente nos atualizando em relação aos nossos fornecedores, tanto para desenvolver materiais cada vez mais duráveis, bonitos e com um toque melhor, quanto para poder nos rodear de pessoas e empresas que tenham bons processos, sejam comprometidos com a sociedade e o meio ambiente.

Quando o assunto é insumos utilizados no curtimento das peles, todos os couros utilizados pela Nordweg estão dentro do mais difundido padrão internacional, o REACH, que é uma lista de substâncias restritas usada na União Europeia (REACH Restricted Substances List). O REACH proíbe o uso de 59 categorias de químicos e envolve mais de 1000 substâncias, como chumbo, cromo 6 e metais pesados, visando evitar problemas que vão desde alergias em quem os usa até poluição depois que o produto é descartado.

O couro da Nordweg é proveniente de basicamente dois bons curtumes do Rio Grande do Sul. Ambos são grandes exportadores de couro para União Europeia e precisam estar 100% de acordo com este padrão. Fugindo dele, perderiam grandes quantias de dinheiro já na primeira entrega e o direito de exportar para estes países.

Por isso, todos os insumos que entram pela porta destes curtumes seguem necessariamente o padrão REACH, de forma que não haja qualquer perigo de contaminação entre as remessas. Estamos bastante felizes em poder contar com este tipo de comprometimento e esta garantia, fatores que foram decisivos para que a Nordweg escolhesse trabalhar com estes fornecedores.

Aproveitando, vale lembrar que estes insumos limpos, como são chamados, tem o seu custo. Eles chegam a custar de 5 a 6 vezes mais do que seus equivalentes “sujos”, o que influencia diretamente no preço do produto final. Dessa forma, é uma escolha do consumidor a marca do produto que comprará e o preço que pagará. Cada decisão entre o mais responsável/melhor vs. mais barato é um voto que ditará o lado para qual o mundo seguirá. A verdade é que ambas as escolhas tem o seu preço.

Além da REACH, existe o certificado LWG (Leather Working Group), cujo objetivo é avaliar o desempenho ambiental dos curtumes e também promover práticas de negócios que sejam ambientalmente sustentáveis durante todo o processo de produção, indo muito além do controle de substâncias, que é o foco do REACH.

Este é um certificado internacional bastante crítico. Considero ele o mais válido por envolver praticamente todas as etapas da produção, chegando a medir até a rastreabilidade das peles. Uma vez avaliado, o curtume tem seus processos constantemente monitorados e recebe, de acordo com o seu alinhamento com os padrões exigidos, o certificado LWG Bronze, Silver ou Gold.

Um dos nossos curtumes fornecedores tem o certificado Gold, o mais exigente de todos. O outro já aplica os padrões e cuidados necessários e está em processo de integração neste momento, com o objetivo de receber o selo em poucos meses.

Vale lembrar que esse processo é bastante trabalhoso, demorado e também caro, uma vez que envolve o empenho de uma organização internacional. Infelizmente não são muitos os curtumes que tem acesso a isso e, nesse ponto, todos perdemos em não ter um órgão certificador nacional que seja realmente confiável.

Além dos químicos para curtimento e os processos de trabalho, outro ponto sobre os curtumes é que eles queimam madeira em suas caldeiras, e no caso dos nossos fornecedores, essa madeira também é certificada e proveniente de áreas replantadas, que não são de desmatamento. Da mesma forma, 100% da água utilizada é tratada, assim como os principais gases gerados durante o processo de curtimento.

O ideal seria termos algum certificado nacional que realmente garantisse uma responsabilidade de ponta a ponta na cadeia produtiva. Importante, também, é que ele fosse acessível para que virasse um padrão na indústria nacional e pudéssemos, de fato, ficar tranquilos em relação ao futuro do nosso planeta.

Dessa forma, a Nordweg também é consumidora assim como seus clientes, apenas trabalhando em uma etapa anterior da cadeia produtiva. Somos clientes quando compramos couro, tecido, metais. Compramos insumos e os transformamos em coisas novas, agregando nossa criatividade, design e conhecimento de produção para criar lindas mochilas e acessórios.

É verdade, no entanto, que assim como acontece com consumidores no Brasil em diversos segmentos, existe uma baixíssima disponibilidade de empresas que são realmente do jeito que gostaríamos que fossem e, deste modo, utilizamos nosso crescente poder de compra para tentar mudar e melhorar as empresas que vem antes da gente na cadeia produtiva.

Por este ponto de vista, é interessante como as coisas se encaixam e o poder está sempre nas mãos do consumidor. Uma vez que mais pessoas passam a escolher a Nordweg – espero que por se identificarem com os seus valores –  ela, no seu papel de consumidora, passa a ter o mesmo poder para selecionar os melhores fornecedores, conquistando a influência necessária para gerar mudanças e desenvolver uma relação alinhada com suas crenças mais profundas.

É uma seleção natural iniciada pelos consumidores que estimula o comportamento desejado e deixa de lado formas de pensar e de fazer as coisas que não estão alinhadas. Cada Real que gastamos, como cidadãos, é um voto que dita para onde as coisas irão se desenvolver.

Espero ter conseguido passar uma ideia mais ampla sobre como as coisas funcionam no setor do couro, como a Nordweg se encaixa nelas e como pretendemos nos tornar, cada vez mais, influenciadores que se sentem responsáveis para construir, um passo depois do outro, um futuro melhor para todos.

Igor Gaelzer
Fundador

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: