Quando você compra produtos brasileiros, seu dinheiro volta pra você.

Há algumas décadas atrás era muito barato produzir aqui no Brasil. Os impostos eram menores, as leis trabalhistas exigiam menos capital das empresas, o custo de vida era menor e assim também a mão de obra. Nesta época, o Brasil se tornou um grande exportador devido, principalmente, aos baixos preços. O desenvolvimento em nossa região, no pólo calçadista do Rio Grande do Sul, foi enorme. Muita geração de emprego, muito dinheiro vindo do exterior e muitas famílias tendo a oportunidade de melhorar a sua qualidade de vida.

No entanto, com o dinheiro, estruturação e melhoria na qualidade de vida, houve um desenvolvimento das leis trabalhistas, uma parte maior da população teve acesso à formação superior e pode se especializar, exigindo assim salários maiores e os impostos e a burocracia também aumentaram. Passamos a ter diversas características encontradas em países desenvolvidos, características essas que vem junto com o desenvolvimento e a qualidade de vida.

Com isso, os produtos feitos no Brasil começam a ficar mais caros que os produzidos em países com condições de vida muitas vezes não tão boas quanto a nossa. Nossa mão de obra especializada e condições mais humanas de trabalho nos permitiram criar produtos com uma qualidade muito superior e uma inovação constante. Ao mesmo tempo, abusos trabalhistas tem sido cada vez mais raros e hoje são muito mais punidos, dando a todos o direito de uma vida boa e digna, sem abusos do poder.

No nosso caso, para a produção das mochilas e acessórios de couro, uma cadeia inteira de indústrias é movida, desde a criação do gado para a produção de carne, leite, couro e derivados, passando pelos abatedouros, curtumes que fazem o beneficiamento do couro, transportadoras que o levam até a fábrica e depois os produtos até as lojas, a fábrica em si, com diversos setores e muitas pessoas trabalhando e, por final, as diversas lojas que sobrevivem com as vendas de nossos produtos. Você consegue imaginar quantas pessoas trabalham em cada uma destas empresas e quantas pessoas mais dependem do emprego delas?

Quando você compra um produto brasileiro, você está movimentando uma cadeia inteira de empresas e gerando empregos para milhares de pessoas aqui no Brasil. Estas pessoas, por sua vez, terão a chance de ter uma vida melhor e comprar também aquilo que precisam ou que desejam.  Elas comprarão os produtos da empresa em que você trabalha, garantindo também o seu emprego.

No entanto, se você comprar um produto chinês, por exemplo, seu dinheiro estará indo para o outro lado do planeta. Bye bye! Você pagará um pouco menos, mas estará deixando de fazer girar todo um ciclo inteiro de produção e empregos aqui no Brasil, gerando desemprego e desacelerando nossa economia. Se todos fizermos isso, ninguém terá mais empregos, inclusive você. O dinheiro não volta.

Os produtos brasileiros são mais caros sim, mas comprando-os o seu dinheiro volta para você. Nossa economia gira, todos compram, todos vendem, todos tem empregos e uma vida melhor.

Os produtos da Nordweg são totalmente produzidos no Brasil. Todas as etapas do processo produtivo, desde a matéria-prima, geram diversos empregos legais e garantem uma qualidade de vida para diversas famílias ao nosso redor.

Temos orgulho de ser brasileiros e poder ajudar ao nosso país a ser um lugar melhor para viver. Procure por produtos produzidos no Brasil e esteja disposto a pagar um pouco mais por eles. No final das contas, quem ganha é você.

2 responses to Quando você compra produtos brasileiros, seu dinheiro volta pra você.

  1. José Lopes

    Bom mesmo seria ter produtos brasileiros com preços competitivos quando comparados com os do exterior.

    Realmente eu considero que a concorrência com a China, por exemplo, é desleal, pois pelo que já li, o trabalho de lá é praticamente escravo. Além disso, é muito legal ser “politicamente correto”, i.e., dar valor ao que é produzido dentro do nosso país. Fazendo, como bem explicado no texto, girar a roda da economia do país.

    Contudo, em termos práticos, para pessoas que querem adquirir determinado bem e não possuem um bom poder aquisitivo, isto se torna inviável. A situação se complica quando levamos em consideração que a pessoa pode adquirir um bem de qualidade similar, por um preço bem mais baixo. Neste caso, eu diria que a grande maioria da população nem quer saber de onde veio o produto, se tem um “Made in China” ou “Fabricado em Minas Gerais”. Tanto faz.

    Note que esta não é uma crítica à Nordweg que, pelo que já percebi, é uma empresa séria e confecciona produtos de qualidade. É uma crítica ao governo brasileiro que podia dar mais incentivo aos empresários do nosso país. Dito isso, deixo meus parabéns à empresas como a Nordweg, que conseguem sobreviver no mercado, mesmo sendo tão injustiçadas.

    Afinal, é um absurdo uma mochila que vem da China ser mais barata que uma mochila vinda de um estado brasileiro, não?!

    Regards,
    José Lopes

    • Igor Gaelzer Post Author

      Olá José,

      Seu comentário é muito válido. Felizmente, os nossos produtos ainda são mais baratos do que aqueles produzidos em diversos outros lugares do mundo, principalmente os mais desenvolvidos. Quando vamos ao exterior e compramos bens mais baratos, geralmente é porque eles também são produzidos na China, Índia, Vietnam e etc. Muita pouca coisa é produzida nestes países desenvolvidos exatamente por causa do custo, mas isso está gerando grandes problemas problemas para eles também.

      Felizmente, países como os EUA tem diversas marcas globalizadas, e não importa onde elas são produzidas ou vendidas, eles acabam recebendo muito dinheiro. Não tenho certeza que o Brasil tem esta mesma estrutura para começar a produzir tudo no exterior…

      De qualquer forma, lutamos para que nossos produtos fiquem cada vez mais acessíveis para um número maior de pessoas, e procuramos isso sem reduzir a qualidade, o design e o acabamento dos mesmos.

      Felizmente, até hoje não vi nenhum produto chinês que seja parecido com os nossos, principalmente pela qualidade e beleza do couro (somos experts nisso aqui no sul), dos acabamentos e da durabilidade em geral. Então esta é uma grande segurança nossa, extremamente difícil para estes grandes exportadores de baixo custo alcançarem.

      Nos resta ter o otimismo e perseverança para continuar lutando e acreditando no potencial do nosso país. Que bom que vemos diversas ótimas empresas, idéias e jovens empreendedores surgindo por aí que deverão nos reposicionar em relação ao mundo nos próximos anos.

      Muito obrigado por compartilhar sua visão crítica sobre este ponto, este tipo de contribuição é sempre muito válida.

      Um grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: